Adoniran Barbosa e Convidados

04/12/2008 § 1 Comentário

Adoniran Barbosa

Foi com a música Tiro ao Álvaro, de Adoniran Barbosa e Osvaldo Molles, na gravação histórica de Elis e do próprio Adoniran, que eu posso dizer que começou a minha paixão pela música, mas principalmente pelo samba. Com essa música começou o processo que acompanha minha vida até hoje: escuto uma única faixa de um álbum, insanamente, até me desgastar totalmente, até decorar tudo que é possível daqueles sons… para então prosseguir a audição do álbum. E faixa a faixa eu vou descobrindo o álbum e o artista, como se fosse uma espécie de relíquia, prolongando o prazer da descoberta. E com Adoniran foi assim.

Depois cada faixa ia compondo um cenário inédito e particular, criando na minha cabeça de criança imagens tão estranhas e belas, próximas a de um sonho, pois acreditem, desde criança eu sou um “viajado”, a diferença é que antes eu não tinha esse repertório de palavras tão sérias e taxativas. Ouvia então, Iracema, numa versão de beleza dramática incomum, graças à interpretação de Clara Nunes; Me empolgava com a alegria melancólica de Vila Esperança, com MPB-4; E pulava a faixa quando chegava a música que eu considerava mórbida e horrível, Bom dia, tristeza, com Roberto Ribeiro.

Agora eu consigo ver com muito mais clareza em cada música, aquilo que desde pequeno eu já sentia: Adoniran, cronista de um tempo, incubava em cada canção seu modo de olhar um pouco melancólico, um pouco satírico, um tanto contestador, revelando imagens ricas das próprias veias da cidade onde ele morava. Com sua estética popular, sem ser populista, atingiu altos pontos neste álbum, como se pode ouvir em Torresmo à Milanesa, com Clementina de Jesus e Carlinhos Vergueiro; Seu lirismo se expande e se amplifica, exatamente na faixa que eu menos gostava, Bom dia, Tristeza, parceria com Vinicius de Moraes; E nunca perde o ponto na crítica social, percebido com clareza em Despejo na Favela, com Gonzaguinha.

E é exatamente desse modo de falar ao povo que eu vejo a grande característica de Adoniran, é o que eu gostaria de aprender. Essa comunicação fácil, mas que jamais menospreza o outro lado.

_

Álbum: Adoniran Barbosa e Convidados
Artista: Adoniran Barbosa
Participações: Elis Regina, Clara Nunes, Gonzaguinha, Carlinhos Vergueiro, Clementina de Jesus, entre outros.
Ano: 1980

Anúncios

Tagged: , , , , , ,

§ One Response to Adoniran Barbosa e Convidados

  • Adelita Mscvcch diz:

    Tocar na banda
    Pra ganhar o quê
    Duas mariolas
    E um cigarro Iolanda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Adoniran Barbosa e Convidados at interessa?.

meta

%d bloggers like this: