Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria

26/02/2009 § 1 Comentário

roberta sa

Sei que hoje já não é mais carnaval, nem mesmo quarta-feira de cinzas (dia que eu tinha programado de postar sobre esse álbum), mas vamos seguindo de boas intenções e postando sobre o álbum que praticamente me trouxe de volta para o samba, o segundo disco (oficial) da cantora       Roberta Sá: Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria.

Eu já nem lembro direito o que houve depois desse disco, mas anteriormente eu havia recebido de uma tia minha uma remessa de discos de cantoras novas e promissoras na cena musical brasileira, entre os discos estava esse aqui. A paixão, como na maioria das vezes pra mim, não surgiu por completo e repentinamente. Primeiramente me viciei em duas músicas: Interessa? (sim, foi daí que eu tirei o nome do blog) e Janeiros. As primeiras cinco músicas do álbum são bem chamativas e logo eu ouvia sem parar. Por conseqüência fui ouvindo o resto do álbum e me apaixonando, destaque para: Laranjeira, Novo Amor e Samba de Um Minuto.

Fica difícil escrever sobre algo que eu goste tanto, é verdade, ainda mais escrever as sensações e tudo mais, mesmo porque já faz mais de um ano que eu enlouqueci ouvindo Roberta Sá! Aí depois virei um fanático por ela, assisti um show no Sesc Santana, delirei achando que ela tinha piscado pra mim e quase mandei flores pra ela. Foi um lance bem forte! Acho que por tudo isso, todos esse poder, que dentro de mim (re)despertou esse amor pela música brasileira, que tinha ficado de lado por causa da cena indie que me dominou nesses anos de faculdade.

Sendo daqui ou de lá, o poder da música é sempre encantador. É a arte próxima. É a arte pessoal, poética e intransferível, e que está altamente ligada a nossa tradição cultural. Para mim, é o samba. Inclusive, isso me lembra uma coisa engraçada: eu estudei violoncelo por um tempo, por puro amor, afinal nunca tive pretensões maiores. De qualquer modo, apesar de adorar esse instrumento, eu me sentia, intimamente, distante, e sem saber o porquê. Agora tudo é claro, a coisa aqui dentro é mais popular, é mais quente, é mais raiz.

_
Álbum:
Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria
Artista:
Roberta Sá
Ano:
2007

Faixas:
1. O Pedido
2. Alô Fevereiro
3. Interessa?
4. Mais Alguém
5. Janeiros
6. Fogo e Gasolina
7. Belo Estranho Dia de Amanhã (vídeoclipe da música)
8. Cansei de Esperar Você
9. Laranjeira
10. Samba de Amor e Ódio
11. Novo Amor
12. Samba de Um Minuto
13. Girando na Renda

_

p.s.: Ainda sobre samba, mas não Roberta Sá: o site da escola de samba         X-9 Paulistana, tem seus sambas-enredo dos últimos anos para ouvir no próprio site. Bem bacana e ficadica para as outras escolas! Atenção ao samba de 1997, que é um dos sambas que marcaram minha infância. =)

Anúncios

Tagged: , , , , , , , ,

§ One Response to Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria

  • kattie diz:

    ‘samba de amor e ódio’ é sublime, na minha opinião.
    ela é conterrânea dos meus parentescos.
    ela nasceu no Rio Grande do Norte.
    e eu gosto dela pelo orgulho que ela tem disso.
    fora a voz macia, o samba mole… a ginga.

    perfeita.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Que Belo Estranho Dia Para Se Ter Alegria at interessa?.

meta

%d bloggers like this: