Um pouco de arte contemporânea

27/03/2009 § 1 Comentário

rumos artes visuais trilhas do desejo

Já faz alguns dias que eu fui à exposição Rumos Artes Visuais – Trilhas do Desejo, atualmente em exposição no Itaú Cultural, em São Paulo, mas somente agora que surgiu o insight para escrever. Fiquei pensando muito e creio que foi isso que “atrasou” o post. Mas na verdade não há tanto o que falar, afinal, o que importa mesmo é que você que está lendo vá até lá e veja.

Eu gostei bastante da exposição, achei que está de “fácil acesso”, nesse ponto até concordo com uma crítica que eu li por aí, acho que na Folha, que dizia que os artistas estavam inovando pouco. Verdade ou não, vale a pena ir. Eu ainda defendo uma “regra” que eu sigo pra vida: o importante é ir e vivenciar. Você pode gostar, odiar, não entender, criticar, achar banal, mas aquilo já valeu, nem que por um instante, pra botar a cabeça pra funcionar. Alias, não só a cabeça como os sentidos.

Sobre a exposição o que eu posso falar é que a montagem está bem legal, mas às vezes um pouco confusa em relação às placas informativas de cada obra. A mostra ocupa o térreo, os dois andares subsolos e o primeiro andar do Itaú Cultural, sendo o primeiro andar onde estão as obras mais (não sei bem que adjetivo colocar…). Alias: existem duas obras que estão expostas em outro lugar, uma casa ali perto. Eu ainda não fui, quando eu for, se valer, eu escrevo algo aqui! Ah sim, perdi as anotações que tinha feito sobre alguma das obras destaques, na realidade todas do primeiro andar, mas falo o que achei mais legal neste andar: uma xilogravura enorme, simulando um outdoor; a batalha naval gigante que existe lá; e a pintura/tela/tecido, que me impressionou bastante.

Os outros andares também estão legais, com destaque para as fotografias de Sofia Borges; a vídeo-instalação “cada mudança é um esforço de permanência”, do artista Tiago Romagnani, que beira um pouco o clichê, mas não deixa de ser interessante; as mesas disfuncionais de Luciano Zanette; o vídeo feito com 991 fotografias pin-hole; os desenhos, a escultura e a animação de Daniel Herthal, que inclusive me deixaram com mil idéias!; e os desenhos-instalação de Gabriel Netto, no térreo. Ufa!

Ah sim, logo na entrada tem um vídeo sobre arte contemporânea, que não é uma obra-prima, mas tem coisas bacanas. Infelizmente o som da rua atrapalha bastante, então clique aqui e veja no You Tube! Enfim, no geral foi uma boa experiência, não tão forte, mas também não-descartável. Se você tiverem um tempo, dêem uma passada por lá e confiram!

_
Rumos Artes Visuais – Trilhas do Desejo
Onde: Itaú Cultural
Até 10/05/2009

Anúncios

Tagged: , , , , , , ,

§ One Response to Um pouco de arte contemporânea

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Um pouco de arte contemporânea at interessa?.

meta

%d bloggers like this: