Opinião / Virada Cultural 2009

06/05/2009 § 4 comentários

virada cultural 2009

Pela primeira vez eu fui na Virada Cultural, tão comentada e tão esperada. Apesar de morar aqui em São Paulo desde sempre e ter “acompanhado” o nascimento e crescimento da Virada, nunca tive a oportunidade de ir: trabalhos na faculdade estourando, falta de dinheiro, falta de ânimo… muitas coisas. Mas que esse ano fui acompanhar, de fato, esse evento anual e tão importante para a cidade e sua população.

Eu gostei e muito da Virada, mas acabei vendo poucas coisas e somente no sábado, pois que no domingo eu estava um bagaço e não pude completar minha agenda. E mesmo a parte que eu tinha separado para o sábado, não cumpri integralmente por vários motivos. Vou cita-los em tópicos e comentar pouco a pouco:

desorganização dos produtores do evento;

Logo após o término da coreografia Dualidade@BR do Ballet da Cidade, as informações prestadas pelo narrador não batiam com o que havia sido informado no folheto, o que fez com que eu perdesse a próxima coreografia do Ballet da Cidade.

desorganização do Governo Estadual, especificamente do Metrô paulistano;

Assim que cheguei no metrô Anhangabaú, me deparei com o caos. Tudo porque o nosso querido Governo do Estado decidiu que iria fazer a obra do metrô República, justamente NAQUELE final de semana. Para quem não sabe, por causa das obras, a estação República estava interditada, então para que as pessoas prosseguissem a viagem, tinham que descer no Anhangabaú (ou Santa Cecília, se estivessem no caminho inverso) pegar uma senha e prosseguir de ônibus. Resultado: tumulto. Tanto para entrar, quanto para sair da estação.

falta de segurança;

Não preciso dizer mais nada, creio.

imprudência de iniciativas próprias.

Aqui vai uma reclamação direta ao Grupo Bloco de Pedra, ou/e a quem autorizou que a apresentação deles ocorresse no Viaduto da Santa Efigênia. Graças a esta imprudência, eu quase fui furtado e suponho que outras pessoas também. Para quem não conhece, o Viaduto Santa Efigênia fica no centro da cidade de São Paulo, ao laod do Mosteiro de São Bento 9onde por um acaso estava montado um palco), e este viaduto é muito estreito, similar a uma via pública de mão única. Eis que um grupo de pelo menos 30 pessoas resolve “fechar o viaduto” com sua apresentação, deixando aos transeuntes e espectadores apenas duas faixas laterais onde mal passavam duas pessoas lado a lado. O título deste tópico resume tudo.

Que fique claro que não sou contra a Virada ou iniciativas culturais, mas há um fato: elas requerem uma organização profissional. Eu, apesar de todo esses problemas, se tudo der certo, estarei ano que vem prestigiando novamente. Sobre os espetáculos que eu assisti, você pode ler clicando aqui.

_

P.S.: Se esse texto não tiver ficado muito claro, clique aqui e leia a opinião do Vereda Estreita. Faço minhas, as palavras deles.

P.S.2: leia a resposta aos comentários desse post, clicando aqui.

Anúncios

Tagged: , , , , , , , , ,

§ 4 Responses to Opinião / Virada Cultural 2009

  • […] eu já disse no outro post, este ano, pela primeira vez, fui na Virada Cultural. No fim acabei assistindo apenas dois […]

  • Arthur diz:

    Metrô:
    É uma compania estatal, porém independente da vontade do Governador. O plano era o tatuzão passar lá na República e o problema é que não alteraram a data ou, simplesmente, não fora feito um cruzamento de agendas culturais e operacionais de duas coisas regidas pelo estado paulista. Não vamos adotar “stilus Datena”.

    Falta de segurança:
    Bêbados, maloqueiros, falta de educação. Também não acho que seja uma falha da PM/GCM, que estavam lá, em diversos pontos, garantindo a ausência de confusões como do ano passado. Portanto, acho que foi uma virada até mui segura. O caso é que a gente estava preso numa multidão, então, não tem como ter um policial monitorando aquela muvuca, certo?!

    Bêbados:
    Têm de acabar com isso. Essa virada foi péssima, haviam bêbados demais da conta e facilitadores demais, também. O Exmº Gov. José Serra já planeja leis/medidas acabar com essa putaria para a próxima.

    Ações independentes:
    É, nem o próprio pessoal do bloco sabia o que fazer. Minha colega (que toca lá) disse que eles estavam assustados e que NEM ELES sabiam qual o percurso que seria feito. Tal percurso prejudicou (e muito), segundo eles mesmos, a música, por não comportar a formação ideal para aquele tamanho de bloco. Essa colega largou mão de tocar para fazer cordão de isolamento anti maloca e muitos deles estavam assustados com tal situação.

    Programação:
    Um lixo. Vazia! Não se compara nem em 1/10 das duas primeiras edições. Se for, ano que vem, assim novamente, não vou me dar ao trabalho de sair de casa.

    o.O ficou quase outro post…

  • Opa, colo por aqui a resposta que escrevi lá no blog do Bloco de Pedra:

    Olá Shin que pena o ocorrido, fomos convidados pela organização do evento e nos apresentamos de acordo com as coordenadas que eles nos passaram. Lamento mesmo mas nós apenas dançamos, tocamos e cantamos, não promovemos nada ilegal e certamente este fato não é nossa responsabilidade. Dei uma olhada no seu blog e no post sobre a Virada Cultural onde você relata uma série de desorganizações que atribui ao Governo do Estado e a Secretaria de Cultura do município, não pude perceber nada que você relatou por lá pois não consegui acompanhar nenhuma apresentação, colocar o Bloco na rua foi bastante trabalhoso. Do lado de cá só ficamos com boas impressões, muitas pessoas nos parabenizaram e agradeceram pela apresentação, esta foi a primeira reclamação.

    Te convido para conhecer melhor o nosso trabalho, estamos todos os sábados o colégio Alves Cruz (salvo no próximo dia 09/05), oferecemos uma série de atividades entre elas uma aula aberta de percussão e dança do Maracatu de Baque Virado, além do curso de construção de tambores.

    Att,
    Marcio

    Ps. Gostei das ilustrações no disco do Di Freitas.

  • […] Quarta-feira, 6 Maio, 2009 in opinião | Tags: 2009, desordem, falta de segurança, Grupo Bloco de Pedra, metrô paulistano, resposta, são paulo, tumulto, viaduto santa efigênia, virada cultural Este post é em resposta aos dois comentários do textos Opinião / Virada Cultural 2009. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Opinião / Virada Cultural 2009 at interessa?.

meta

%d bloggers like this: