Escola: sobrevivendo novamente

30/08/2011 § 3 comentários

Desde o começo deste mês comecei a acompanhar algumas aulas em uma escola. Desde então, muita coisa passou pela minha cabeça e sinto minha cabeça borbulhando um tanto – principalmente pois esta é escola é bem diferente da anterior a qual eu havia feito estágio. Desde que esta experiência começou, uma coisa muito séria me ronda: como lidar com a indisciplina, ou melhor dizendo, com os modos que os alunos elaboraram para sobreviver à experiência escolar?

Esta pergunta não é nenhuma novidade, sei bem, mas o que não sei é como viver isto na prática – e vejam que eu ainda nem sou o professor. Engraçado chegar aqui e jogar uma pergunta “banal” no ar, mas hoje eu realmente não tenho nem por onde começar a refletir sobre isto. Talvez porque eu esteja me habituando à situação e às provocações, para então poder tecer pensamentos mais concisos ou então porque eu não faça nem ideia de por onde começar ou porque é tudo ainda desconhecido e rola um medo e uma tensão ou…

Não sei até que ponto as tantas teorias que existem por aí podem me ajudar (e a tantos outros que se perguntam), ainda que eu não esteja as colocando como “descnecessárias” ou “menores” por isso, mas, neste momento de provação, eu gostaria de realmente poder me reconfortar um pouco (embora isto possa soar um tanto quanto ruim.

Enfim, desengasgada a garganta (de leve), bóra pesquisar mais e sobreviver, também e novamente, à experiência escolar.

Anúncios

Tagged: , , , , ,

§ 3 Responses to Escola: sobrevivendo novamente

  • […] Ler mais em:Escola: sobrevivendo novamente.   If you enjoyed this article, please consider sharing it! […]

  • babi diz:

    sobreviver é quase todo dia e quase em todo lugar. de algum modo, creio que a bagunça duma escola é mais rica que a organização duma repartição burocrática, dum escritório de medíocres, desses lugares dos quais a gente vive a fugir.
    não tenho explicação nem referência bibliográfica pra te oferecer agora, shin.

  • Fato e creio que seja “natural” e saudável ter essa angústia – aliás, na escola ou em qualquer lugar, mas desde que esta angústia nos leve a algum lugar – ao menos sei que estou vivo ainda e que quero fazer o possível para sobreviver e fazer com que os outros sobrevivam.

    Talvez eu esteja procurando demais as teorias ou explicações plausíveis, mas é que neste momento não consigo vislumbrar (e vivenciar) essa prática de modo automato e com um tom de “tudo bem, no fim tudo dá certo”. Volto a dizer: ainda bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Escola: sobrevivendo novamente at interessa?.

meta

%d bloggers like this: